Coordenação Ciências Biológicas

Núcleo de Formação Específica

Na passagem do 4o. para o 5o. período, cada aluno terá a sua disposição diferentes conjuntos de disciplinas que, a sua escolha, comporão sua futura formação profissional durante o Núcleos de Formação Específica (1.040 horas).   Às 1.040 horas a serem cursadas no Núcleo de Formação Específica, incluem-se 300 horas de disciplinas obrigatórias, sendo 200 horas Iniciações à Pesquisa e 100 horas em Trabalho de Conclusão de Curso (Monografia), 40 horas em uma disciplina obrigatória de escolha diretamente relacionada à Área de Formação e/ou Linha de Concentração escolhida pelo discente e 700 horas em disciplinas optativas escolhidas em uma lista também diretamente relacionada à Área de Formação e/ou Linha de Concentração selecionada Inicialmente será necessário definir-se entre duas das Áreas de Formação referentes à atuação do Bacharel em Ciências Biológicas definidas pelo MEC e que são oferecidas com base no perfil acadêmico do nosso Instituto de Biologia e seus departamentos: Meio Ambiente e Saúde. A seguir, será possível também a escolha entre duas de Linhas de Concentração dentro das Áreas de Formação em Meio Ambiente ou Saúde: Biologia Marinha e Interações Biológicas e Ambientais na área de Meio Ambiente, e Neurociências e Biologia do Desenvolvimento, na área de Saúde (Fig. 1). Como alternativa a estas opções será também possível ao discente elaborar, sob a orientação de um tutor, uma grade curricular mais afeita a diferentes pretensões profissionais que possua em uma terceira Área de Formação em Bacharelado Tutorial .

O aluno terá a liberdade e a responsabilidade de definir durante este período de formação específica que Área de Formação pretende cursar e mesmo se irá ater-se apenas à Área de Formação escolhida ou aprofundar-se cursando também uma Linha de Concentração escolhida. Em resumo, espera-se que o aluno até este momento tenha se tornado um indivíduo autônomo, o que se traduz em saber o que se quer saber, buscar informações, manter uma postura crítica, comparando diferentes visões e reservando para si o direito de conclusão. Inclui-se também o autorrespeito, o respeito mútuo, segurança de tomar decisões diante de situações novas e de se responsabilizar por elas.

Fig. 1.


ÁREAS DE FORMAÇÃO

Meio Ambiente: A Área de Formação em Meio Ambiente atenderá a preparação de profissionais voltados para o conhecimento da biodiversidade e pela definição de estratégias para utilização racional e conservação de recursos naturais, levando-se em conta a necessidade de um conhecimento eminentemente científico e multidisciplinar, formando um Biólogo que atenda a demanda profissional de um mercado de trabalho que exige um embasamento do conhecimento sobre seres vivos não restrito ao aspecto estrutural e descritivo, mas considerando seu funcionamento e comportamento em diferentes níveis, desde o molecular e celular até os sistemas ecológicos, já que a própria definição de Biologia inclui além do estudo dos seres vivos, sua relação com o ambiente. Estes organismos, incluindo os seres humanos, não se encontram isolados, e sim, constituindo sistemas com relações complexas de interdependência e de interações com o ambiente físico. Dessa maneira faz-se necessária uma abordagem que possibilite a integração de estrutura e função, para o entendimento mais abrangente das estratégias apresentadas pelos organismos em seus diferentes níveis hierárquicos de organização

 

Saúde: A Área de Formação em Saúde destina-se para a concepção de um profissional cuja visão permeia as questões das áreas das Ciências da Natureza e da Saúde e suas ecnologias. Em nosso curso esta formação está direcionada para a inegável importância histórica, social e estratégica que confere à Biologia posição de destaque nestas áreas e se dispõe a formar um profissional apto a atuar nas áreas de pesquisa em ciência básica e/ou aplicada à saúde. Neste contexto, é relevante ressaltar também algumas tecnologias essenciais, ligadas à Biologia, que darão forma ao futuro, tais como a clonagem, o diagnóstico molecular e uso de células-tronco, assim como suas implicações éticas.

 

Tutorial: Defini-se Bacharelado Tutorial, como uma concepção pedagógica que oferece a possibilidade do aluno percorrer vários caminhos acadêmico-profissionais possíveis, dependendo de sua vocação e exercício de sua autonomia, num amplo leque de campos do saber. Este leque pode incluir tanto disciplinas do próprio Instituto de Biologia como também aquelas disponíveis em outros Institutos desta Universidade e mesmo, de forma excepcional, de outra Universidade conveniada com a UFF. Para se evitar grandes distorções e escolhas infundadas, a Coordenação do Curso indicará professores-tutores que, numa relação dialógica com o aluno, trocará experiências no sentido de orientar algumas de suas escolhas. Assim, nesta Área de Formação, um projeto orientado de formação do Biólogo com um perfil diferenciado das quatro linhas de concentração do curso é proposto no colegiado, obrigatoriamente por um professor tutor, atendendo a solicitação de um ou mais discentes. Neste caso, o projeto a ser apresentado para aprovação ao Colegiado de Curso, obrigatoriamente deverá atender a: (i) definição da linha de concentração proposta (ii) exigência de organização curricular em Núcleos de Formação Geral, Específico e Complementar e, (iii) as mesmas cargas horárias para cada um destes núcleos no que diz respeito as disciplinas obrigatórias, obrigatórias de escolha e optativas. Ressalve-se que a figura do tutor não é a de um orientador de um determinado fazer acadêmico. O mais importante é que o tutor, enquanto educador-educando, e o aluno, enquanto educando-educador, se assumam epistemologicamente como seres curiosos e responsáveis. Neste caso, esta competência pode ser ampliada com o apoio de outras disciplinas conexas, complementares ou mesmo de cunho interdisciplinar ao ensino da Biologia, com o aluno e seu tutor estabelecendo uma sequência específica para atender um determinado perfil de formação de acordo com a vocação do aluno. Isto certamente abre um espaço novo para formações diferenciadas e mais personalizadas. O resultado desta relação dialógica deverá se constituir num plano de estudo organizado e justificado diante do Colegiado do Curso, que julgará a relevância e viabilidade da proposta.

O Curso em Ciências Biológicas da UFF pretende também formar profissionais aptos a utilizar “conhecimentos sobre os processos biológicos e sobre as propriedades dos seres vivos, com o fim de resolver problemas e criar produtos de utilidade” como definida pela Convenção sobre Diversidade Biológica da ONU. Em um sentido amplo, esta atividade compreende a manipulação de microrganismos, plantas e animais, objetivando a obtenção de processos e produtos de interesse, de forma que estes forneçam bens e serviços para uso dos seres humanos. As principais características das Biotecnologias modernas são sua abrangência ampla e seu caráter multi- e inter- disciplinar. Desta maneira, toda atividade que envolva e combine em diferentes níveis a aplicação dos conhecimentos de Fisiologia, Microbiologia, Bioquímica, Genética, Biologia Molecular e Celular, entre outras áreas de conhecimento, é considerada como técnica biotecnológica. Essa perspectiva permeia todas as linhas de concentração de nosso curso, mas pode também ser focalizada em visões mais específicas no que denominamos de Bacharelado Tutorial.

 

LINHAS DE CONCENTRAÇÃO

 

MEIO AMBIENTE: Biologia Marinha e Interações Biológicas e Ambientais

A Linha de Concentração em Biologia Marinha pode ser definida como uma parte de nosso curso destinada ao estudo da vida marinha, suas inter-relações e suas relações com o meio. Os sistemas marinhos constituem uma área de conhecimento tão complexa e extensa, que a particularização de seu estudo tornou-se necessária e desejada nas últimas décadas, já que representam uma fonte muito rica e diversificada de alimentos para o homem (peixes, moluscos, crustáceos, algas, etc.), de ração animal, de aplicações industriais e de inúmeros outros produtos de grande importância econômica. Pretendemos nesta Linha de Concentração formar um profissional não apenas visto como o pesquisador que estuda a fauna e a flora com fins acadêmicos de gerar conhecimento, juntando informações que só serão reconhecidas e utilizadas no futuro e de forma restrita, mas também um Biólogo Marinho tecnicamente capaz de propor as melhores soluções de utilização e preservação dos recursos marinhos.

Saiba mais sobre as disciplinas

A Linha de Concentração em Interações Biológicas e Ambientais visa uma formação ambiental voltada principalmente para organismos terrestres e, eventualmente aquáticos, em que o entendimento das interações entre seres vivos e o ambiente não deve ser restrito ao estudo das comunicações e trocas cooperativas e/ou competitivas entre células de um mesmo indivíduo ou diferentes organismos, mas também entre diferentes organismos como um todo e, em sentido amplo, envolve a compreensão das condições físicas do meio, do modo de vida e da organização funcional inerente aos diferentes sistemas biológicos. Logo, seus objetos de estudo são na sua totalidade multifacetados, o que implica a resolução de problemas através de abordagens complementares relacionadas a diversas áreas de conhecimento ambiental.

Saiba mais sobre as disciplinas

 

SAÚDE: Biologia do Desenvolvimento e Neurociências

 A Linha de Concentração em Neurociências surge como uma nova habilidade da Biologia visando o estudo do sistema nervoso animal e humano baseado na sua estrutura, seu desenvolvimento, funcionamento, evolução, relação com o comportamento e a mente e também suas alterações. Os estudos em Neurociência em diferentes níveis progridem com resultados significativos para a compreensão e tratamento de inúmeras doenças neurodegenerativas, tais como Alzheimer, Parkinson, entre outras, que afligem segmentos crescentes da sociedade. Nesta ciência incluem-se também os mecanismos básicos de regulação orgânica até os processos de aprendizagem e cognição. O conhecimento da neurociência integrativa é essencial para o entendimento da fisiologia básica, permeando o conhecimento básico e aplicado no domínio da saúde humana e animal.

Saiba mais sobre as disciplinas

A Linha de Concentração em Biologia do Desenvolvimento oferece uma visão holística do organismo vivo, perpassado pelos conhecimentos aos níveis moleculares, celulares e sistêmicos, entendendo Desenvolvimento como todas as transformações ontogenéticas do indivíduo, em nível molecular, celular e sistêmico, não se restringindo, portanto, a embriologia. Esta Linha de Concentração proporcionará oportunidades de formação, aperfeiçoamento, especialização e treinamento nas subáreas da Biologia Molecular, Genética, Imunologia, Microbiologia e Parasitologia, contribuindo assim para o esclarecimento dos problemas decorrentes destas áreas do saber.

Saiba mais sobre as disciplinas

 

Disciplinas Obrigatórias de Escolha

Disciplinas de Monografia

Disciplinas de Iniciação Científica

 

Notícias

Localização e Contato

Atendimento:

Endereço: Campus Valonguinho, Instituto de Biologia - CEP 24210-130 Centro, Niterói - RJ Brasil

Telefone: (21) 2629-2377 / 2629-2378

E-mail: ggn.coordenacao.egb@id.uff.br

Translate »
Skip to content